Nutrição é um assunto corrente no nosso dia a dia, a maioria das pessoas tem uma receita para dividir ou uma dieta para ensinar. Tantas são as informações disponíveis, que fica a dúvida sobre o que seguir e principalmente o que oferecer para nossos filhos para que tenham saúde e um desenvolvimento adequado.

Inúmeras dietas e modismos tem dado destaque ao carboidrato e muitos pais questionam o quanto colocar desse nutriente na alimentação dos filhos. A resposta é sim! Todos nós e especialmente as crianças devem ter um consumo adequado de carboidratos!

Os carboidratos são responsáveis pelo fornecimento de energia para o corpo e para o cérebro, para as atividades do dia a dia e para os exercícios físicos. Aliás, vale lembrar que o cérebro se alimenta exclusivamente de glicose, um tipo de carboidrato, e que uma dieta deficiente em energia pode ser um dos fatores que comprometem o desenvolvimento da criança!

E em quais alimentos encontramos esse nutriente?

Encontramos carboidratos nas massas, pães, biscoitos, cereais como arroz e aveia , tubérculos (como batata e inhame) e raízes (como mandioca e batata doce). Estes exemplos são considerados fontes de carboidratos devido à maior quantidade deste nutriente presente nos alimentos.

A alimentação saudável deve incluir os carboidratos em quantidade adequadas, que devem representar cerca de 45% a 65% do total de calorias do dia, sendo que as versões integrais devem ser prioridade.

Mas afinal o que representa uma porção desses alimentos?

Na pirâmide alimentar, a forma gráfica da alimentação saudável, encontramos os cereais, tubérculos e raízes na base da pirâmide, ou seja, os carboidratos devem representar a base da alimentação da população em geral. Em bebês de 6 a 11 meses, a recomendação é de 3 porções. Já nas crianças de 1 a 3 anos a recomendação é de 5 porções desses alimentos diariamente.

Para ter uma ideia, uma porção de cereais, tubérculos e raízes equivale a 2 colheres de sopa de arroz cozido integral ou 3 colheres de sopa de cereal infantil.

Para o lactente com mais de 6 meses, uma importante fonte de carboidrato e que normalmente é de fácil aceitação é o Cereal Infantil que, quando consumido em quantidades apropriadas, auxilia na adequação do fornecimento de carboidratos essenciais como fonte de energia e não se associa ao desenvolvimento futuro de obesidade.

Quanto mais, melhor?

Muitos pais, de forma equivocada, enchem o prato do filho e se frustram quando a criança deixa de comer tudo o que foi servido.

Vale lembrar que enquanto o adulto tem uma capacidade gástrica de cerca 1 litro, o volume do estômago dos pequenos corresponde a 20-30ml/kg e eles ainda possuem uma necessidade de micronutrientes, em média 3 vezes maior que um adulto. Por isso, não devemos esquecer que pequenas barriguinhas necessitam de uma grande nutrição.

Inclua os alimentos ricos em carboidratos ao longo do dia, atentando-se ao tamanho das porções. Seu filho terá mais energia para o dia a dia, com o corpo e o cérebro nutridos para o desenvolvimento adequado e melhor aprendizado!